11/30/2014

poesias de 30-11-2014

muitos são meus amores
pois eles vem de muitos lugares
de muitas vidas
de muitos lares

não existe nem amor maior
nem menor
existe amor doce
amor vital
amor celeste

minha vida é como uma constelação
de muitos amores em meus céus
são eles família
esposa
amigos
paixões do passado e do futuro
pessoas que me fazem sentir e pensar
em como é boa a vida

muitos são meus amores
pois muito vivi e aprendi
que um amor é uma dádiva dos céus

quem nunca amou
não sabe o que está perdendo
por isso não sofre

já minha vida é um eterno sofrer
pois muito amo
e muito tenho a perder
com amores tantos

-------------------------------

vida
pensarei em você agora e sempre
como uma certeza que bate em meu coração e me faz feliz

vida
quero vivê-la abertamente
como algo livre e querido
não há mal em querer bem
não há mal em querer a vida
em viver a vida
em amar

---------------------------------------

hoje
foi mais um dia que passou
e a saudade só aumenta mais e mais

dias passam
e eu esperando você
meu doce
meu amor
minha saudade

simples e fácil
seria nossa relação
seria só se ver todos os dias
seria mais feliz
estar contigo ao lado

mas nem sempre temos o que desejamos
meu desejo é você
mas não o tenho
você escapa de mim
mas eu o amo
e nada no mundo me fará mudar
este sentimento
de espera
de saudade
de amor
leve e suave


-------------------------------------

como uma vertente
a poesia está nascendo
forte como a rocha
transparente como o cristal
falando de coisas da alma
falando de amor
de sinceridade

sei que nem todo mundo ama
mas todos podem ser amados
o amor é assim
não existe igualdade no que se dá e se recebe
ás vezes eu dou demais
mas não importa
eu sei o que faço
e o faço com consciência

se a vida é bela
o poema nasce
pois poesia é uma vertente
que sempre acompanha o belo

-----------------------------------

toda glória do mundo
não vale a conquista de um coração
um sentimento não tem preço
o prazer não pode ser comprado
e o sucesso ninguém quer dar

eu vivo a glória de ser sincero
apenas isso

---------------------------------------

minha glória é uma conquista que faço todos os dias
um sentimento que nasce de dentro de mim e abraça o mundo
um prazer que me contagia e me faz persistir
um sucesso após o outro após as falhas do viver
pois ninguém começa acertando
ninguém é perfeito ou Deus
eu sou apenas alguém que te ama
e que pensa muito em você

--------------------------------------

meu descanso
teu descanso
após o amor
nada mais é que flutuar de paixão
sonhar a dois coisas que somos
respirar o mesmo ar de liberdade e de prazer

--------------------------------------------

Poesia da Jéssica e finalizada por mim (2 últimos versos)

Glória é uma conquista
Como amor verdadeiro
Como descansar ao fim de tarde
Como vencer e ter prazer
Saltar rumo ao infinito

----------------------------------------

eu quero comer berinjela
como quem quer sentir um gosto bom
a berinjela tem mil nomes
mas a cor é roxa e é uma delícia

faço poesia sobre comida
pois ela também me dá prazer
como um antepasto de berinjela
como um berinjela recheada
como ela frita com queijo

eu amo berinjela
como amo uma bela dama
vestida de roxo
cheia de vida pra dar

berinjela
eu a quero
queira você também
o legume que é gostoso e faz bem

----------------------------------------

Edson Kazuto Tagusagawa.

Nenhum comentário: